01.09.09

« Deus é amor, e quem permanece no amor permanece em Deus e Deus nele » (1 Jo 4, 16). Estas palavras da I Carta de João exprimem, com singular clareza, o centro da fé cristã: a imagem cristã de Deus e também a consequente imagem do homem e do seu caminho. Além disso, no mesmo versículo, João oferece-nos, por assim dizer, uma fórmula sintética da existência cristã: « Nós conhecemos e cremos no amor que Deus nos tem ».

 Bento XVI

 

O Diogo no post anterior falava sobre o Amor em que nós os dois acreditamos e por isso aproveitei as palavras do Papa na sua primeira encíclica intitulado, justamente, "Deus é Amor".

 

Posso dizer que:

Nem sempre é fácil aderir a este Amor.

Nem sempre é fácil confiar neste Amor.

Nem sempre é facil permanecer neste Amor.

Nem sempre é compreensível este Amor.

Nem sempre é......................................Amor.

 

Mas vivendo na certeza da existência deste Amor e aderindo ao projecto de Amor que Deus tem para cada um de nós estaremos inseridos no próprio Deus e por consequencia no nosso caminho de felicidade.

 

 

Alexandre Santos 

publicado por Conversas Trocadas às 23:32

ainda não conhecia este blog, mas depois de ver o logotipo no conversas trocadas, foi impossivel nao passar por aqui e ainda bem, vou ser visitador assiduo. Abraço-vos e que nunca nos falte tempo para amar.
Bagorrilha a 2 de Setembro de 2009 às 00:45

Queremos ser...

"Precisamos de Santos sem véu ou batina.
Precisamos de Santos de calças de ganga e sapatilhas.
Precisamos de Santos que vão ao cinema, ouvem música e passeiam com os amigos.
Precisamos de Santos que colocam Deus em primeiro lugar, mas que também se esforcem na faculdade.
Precisamos de Santos que tenham tempo para rezar
e que saibam namorar na pureza e castidade,
ou que se consagrem na sua castidade.
Precisamos de Santos modernos,
Santos do século XXI,
com uma espiritualidade inserida no nosso tempo.
Precisamos de Santos comprometidos com os pobres
e as necessárias mudanças sociais.
Precisamos de Santos que vivam no mundo,
se santifiquem no mundo,
que não tenham medo de viver no mundo.
Precisamos de Santos que bebam coca-cola
e comam hot-dogs, que usem jeans,
que sejam internautas, que usem walkman.
Precisamos de Santos que gostem de cinema, de teatro,
de música, de dança, de desporto.
Precisamos de Santos que amem apaixonadamente a Eucaristia
e que não tenham vergonha de tomar um ‘copo’
ou comer uma pizza no fim-de-semana com os amigos.
Precisamos de Santos sociáveis, abertos, normais, amigos,alegres e companheiros.

Precisamos de Santos que estejam no mundo;
e saibam saborear as coisas puras e boas do mundo,
mas que não sejam mundanos."

João Paulo II

Autores das Voltas
Pesquisar Voltas Trocadas
 
Voltas Dadas
RSS
blogs SAPO